Uma vez cesárea, sempre cesárea?

É possível uma mulher ter um parto normal após uma cesárea? Você já deve ter ouvido que “uma vez cesárea, sempre cesárea”, não é mesmo? Mas será que precisa ser assim?

Na verdade, esse é mais um dos mitos sobre parto disseminados por aí que reforçam a cultura da cesariana no Brasil.

O que a ciência diz?

Os estudos mostram que deixar a mulher entrar em trabalho de parto espontaneamente é a melhor conduta no caso de cesárea anterior.

Quais são os riscos e como minimizá-los?

A maior preocupação quando se pensa em parto normal depois de uma cesariana é o risco de ruptura uterina. No entanto, as chances de uma ruptura acontecer são de 0,5% a 1%.

Apesar de ser uma intercorrência grave e que requer assistência imediata, a ruptura não acontece repentinamente, o corpo da mulher vai dando sinais de distensão uterina. Por isso, é importante que a mulher esteja acompanhada de profissionais capacitados durante o trabalho de parto ativo, ou seja, a partir de 5 cm de dilatação.

O monitoramento das condições vitais da mãe e do bebê, respeitando-se os protocolos mais atuais para cada fase do trabalho de parto, e o olhar atento do profissional são muito importantes para identificar os primeiros sinais de ruptura uterina, assim como os sinais de que o bebê possa estar em iminência de sofrimento fetal. Nesse caso, é essencial prestar a assistência devida em tempo de evitar consequências mais graves.

Com o objetivo de garantir a segurança da mãe e do bebê e de oferecer uma assistência de excelente qualidade, a equipe MamaDanu conta com a Priscila Maia, enfermeira obstetra, que está sempre atenta aos menores sinais de que algo possa estar saindo da normalidade.

Para ilustrar o assunto, trago essa foto de um VBAC (sigla em inglês para parto vaginal após cesárea), muito rápido e emocionante que aconteceu no dia 25/09/2018, aqui em São Carlos, no SUS.

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe com as pessoas que não acreditam que é possível ter um parto normal depois de uma cesariana e, se quiser conhecer melhor nosso trabalho, entre em contato.

Foto da doula Tatiana Pepe Faria
VBAC de Luciana Fernandes

Write a comment