Como preparar as mamas na hora de amamentar

Você sabia que levar o bebê da maneira correta até a mama faz toda diferença na hora de amamentar?

Pois é, mas como fazer isso?

Elaborei um passo a passo para você repetir em todas as mamadas até que se estabeleça o ritmo perfeito entre vocês. Assim, você consegue acabar de vez com a dor na hora de oferecer o peito para o seu bebê.

Primeiro passo: Deve ser realizado o ”shake” (é uma vibração nas mamas) e depois uma massagem em toda a mama para deixá-la bem macia.

Segundo passo: Ordenha de alívio. Acredite, isso é vida!

Vou te ensinar a fazer.

Você vai retirar um pouco de leite para deixar a aréola macia. Um pouco, tá?! Não vai se empolgar e tentar estocar leite… rs.
Somente o suficiente para deixar a aréola macia porque, assim, na hora que seu neném colocar a boca na mama, estará bem fácil para ele(a) conseguir sugar.

Terceiro passo: Posicionar-se de maneira confortável. Isso é muito importante!

Repita o mantra comigo: O bebê vai até a mama e não a mama vai até o bebê!

Vamos lá, essa é a hora que você vai pegar almofada, travesseiro, o que tiver para dar sustentação para apoiar o neném, lembre-se de que as mamadas tendem a serem longas, se você estiver confortável e sem dor será gostoso amamentar. Não se esqueça também de ter água por perto, na hora que o bebê ”pluga” a boca no peito dá uma sede…. Além disso, se manter bem hidratada é fundamental para a manutenção da produção de leite.

Agora sim! Mamãe preparada para pegar o bebê.

Quarto passo: Levar o bebê até a mama, neste momento é importante que o bebê esteja acordado, ativo e calmo.
Portanto, não adianta colocar o bebê chorando no peito, precisa acalmar ele primeiro e depois colocá-lo para mamar.
Além disso, na hora de levá-lo até a mama é importante direcionar o bico do peito para o céu da boca do neném e manter a cabeça dele firme para que não fique escorregando e te machuque.

Atenção!

É importante observar se o neném está recebendo o leite de maneira efetiva, de nada adianta ele ficar lá horas e horas e não mamar de verdade, tem que acontecer a transferência de leite.

Lembre-se: Amamentar deve ser um momento de prazer e não de dor, tristeza ou angústia, se estiver ruim é porque algo precisa ser melhorado. Não sofra sozinha, busque apoio e informação de profissionais que apoiam a mulher e a amamentação de verdade.

Não caia na conversa que no começo dói mesmo, que depois vai calejar… fuja disso!

Você merece ser cuidada com carinho, respeito e segurança.

Gostou das dicas?

Me conta se consegui te ajudar.

Se estiver com dúvidas escreva para mim, será um prazer poder ajudar vocês.

Priscila Maia
Enfermeira obstetra, especialista no cuidado materno infantil e consultora em amamentação da MamaDanu.

Write a comment